terça-feira, 3 de junho de 2014

Antes de comprar sua Vespa Antiga...

Informações Gerais

Existem algumas coisas que são comuns a todas as Vespa que você deve estar ciente quando procurar uma para comprar.

Primeiramente, por serem veículos com pelo menos 30 anos de idade até agora, a condição de cada perspectiva da compra deve ser examinada com cuidado. Muitas vezes, uma peça de acabamento faltando ou um problema mecânico podem vir a ser muito caros para reparar ou substituir!

Aqui está uma lista de coisas em geral que você deve olhar ao comprar uma Vespa:

Chassis

Observe a estrutura com cuidado. Procure danos de algum acidente. Olhe onde o assoalho se une a pedana, se existem curvas estranhas ou ondulações no metal, pois isso pode indicar danos de acidente ao quadro.

Olhe para o interior das saias para verificar a evidência de massa plástica. Você pode encontrar o enchimento com massa em qualquer parte do corpo usando um ímã. Ímãs grudam no metal mas não quando temo massa. Olhe para as grelhas laterais do motor na saia, eles estão amassados ou enferrujados? Geralmente as saias laterais das Vespas antigas são muito difíceis de encontrar e, quando disponíveis, são caras para comprar. Verifique se há ferrugem sob a motoneta. 

Olhe para a pintura, se é de boa qualidade? A qualidade da pintura tem influencia direta no preço da Vespa pois é difícil e caro conseguir um bom trabalho de pintura em uma scooter, além do processo de desmontagem / montagem. Você pode ver as bolhas na pintura, onde a ferrugem está surgindo? Verifique a parte de trás do quadro pela cauda, é rachada? São todos os emblemas estão no lugar? Todas as Vespas têm um emblema no lado direito da pedana frontal (por exemplo, " Vespa M4" ) e um distintivo "Piaggio" no centro. Os assentos estão em boa forma, ou que eles precisam de conserto? E os pneus estão bons? Agite o cubo dianteiro, enquanto a Vespa está no cavalete, para ver se ele oscila muito que pode significar rolamentos dianteiros ruins. Verifique o interior do tanque de gasolina com uma lanterna para avaliar a ferrugem também pois se estiver muito ruim pode ser necessário a troca.
.

Motor

Ligue o motor. Deixe aquecer em marcha lenta. Será que mantém a rotação sem problemas? E fuma excessivamente? Será que vazar óleo ou gasolina? As luzes funcionam? A luz de freio? Buzina? Ouça o motor, faz algum barulho excessivo ou som de batida? Puxe na embreagem quando a moto está em marcha lenta, o motor faz quaisquer sons diferentes? 

Com o motor desligado, tente mexer o volante de um lado para o outro, folga no rolamento pode indicar problemas. Retire e fiscalize a vela de ignição. Você pode dizer muita coisa sobre o estado do motor da Vespa apenas olhando para a vela. 

Um eletrodo branco indica uma mistura pobre, que pode ser indicativo de grandes problemas como um vazamento de ar, falta de compressão ou ponto de ignição incorreto. Se o problema não for corrigido, esta situação poderá resultar num travamento ou um pistão derretido. 

Um eletrodo preto indica uma mistura rica, que pode gerar resíduos e carbonizar de forma excessiva no pistão e escape. Se o problema não for corrigido, o desempenho da Vespa será afetado. 

Um eletrodo de castanho chocolate indica que tudo está bem. Ouça a cada uma das partes do chassis, faz o páraralamas / saias / porta luvas / etc vibrarem? Gire o acelerador. Será que o motor funciona sem problemas até a alta rotação? Será que ela volte para marcha lenta sem problemas? Se isso não acontecer, provavelmente temos algum problema.

Dirigindo

Supondo que você sabe como dirigir uma motoneta, pegue a Vespa para dar uma volta em torno da quadra. Os problemas em uma Vespa são fáceis de ser consertados, mas as peças podem ser caras, especialmente em modelos mais antigos.

Será que ela anda sem problemas? Um problema comum nas Vespas mais antigas é que as engrenagens das marchas escapam sob forte aceleração. Isto indica desgaste da cruzeta (parte da transmissão), a qual é uma peça um tanto difícil de substituir, ou indica engrenagens gastas, as quais são difíceis de substituir e as vezes de comprar.

Será que a embreagem funcionar sem problemas? Verifique a suspensão. Será que a motoneta salta muito quando você passa em um buraco? Será que as molas/amortecedores dianteiros funcionam corretamente? Amortecedores são geralmente fáceis de serem substituídos, mas não esqueça do custo. Será que os freios realmente funcionam? Ao subir nela, afrouxe o seu controle sobre o guidão. Ela anta em linha reta ou puxa para um lado? Se assim for, a pé, indica um quadro torto ou garfo.

Problemas? 

Se possível leve uma cópia de um catálogo de peças das Vespa (veja listas no mercado livre ou lojas on-line) para ter ideia do custo de correção do problema ou substituição das peças.


Finalmente, pense sobre o que determinada Vespa vale para você. Por exemplo, para mim, uma PX 200 1986 batida ou com motor ruim por R$ 1.500, provavelmente, não vale a pena, mas uma Rally 1976 na mesma condição é uma comprar quase obrigatória.



Se você realmente quer uma Vespa agora, talvez tenha que acabar por escolher algo mais caro para reduzir a chance de problemas. Agora, se você está disposto a esperar e procurar uma scooter com calma, você pode encontrar uma Vespa em estado razoável de conservação por um preço razoável. Infelizmente, observando o mercado agora, os preços estão aumentando constantemente.


Agora que cobrimos as dicas gerais, nos próximos artigos vamos abordar cada modelo de Vespa para maiores detalhes.

Abraços e até a próxima!

Fonte: http://scooterlounge.com/vespa/buyers-guide/index.shtml

Um comentário:

  1. Quantos graus seriam o ponto de ignição de uma vespa PX200 no Brasil?

    ResponderExcluir